Política de privacidade da Securitas Direct

POLÍTICA DE PRIVACIDADE SOBRE A UTILIZAÇÃO DA WEB

A SECURITAS DIRECT PORTUGAL, UNIPESSOAL, LDA. (doravante “SECURITAS DIRECT”) tem como objetivo o rigoroso cumprimento da legislação e regulamentação aplicáveis e, por isso, assinala como um elemento fundamental a sua correta adequação à legislação em matéria de proteção e tratamento de dados pessoais.

Por este motivo, e em conformidade com o Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de abril de 2016, relativo à proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses dados, que revoga a Diretiva 95/46/CE (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados, ou, doravante, “RGPD”), bem como com a legislação de aplicação e implementação do RGPD, queremos informar sobre alguns aspetos relacionados com o tratamento dos seus dados pessoais, que efetuamos como consequência da sua navegação pela nossa página web, assim como os direitos de que dispõe.

Na Política de Privacidade da Securitas Direct prestamos informações acerca do tratamento que é feito dos seus dados pessoais ao navegar na nossa página web. A proteção dos seus dados pessoais é muito importante para nós. Deste modo, comprometemo-nos a proteger os seus dados pessoais e a tratá-los de acordo com a legislação em matéria de proteção e tratamento de dados pessoais. Por favor leia atentamente o nosso aviso de privacidade, dado que, contém informação importante sobre o modo de recolha e utilização dos seus dados pessoais.

O tratamento dos dados pessoais dos nossos clientes é feito com base na execução de um contrato, tendo aqui a sua base de licitude, e rege-se pelas cláusulas referentes a proteção de dados pessoais que constam das Condições Gerais dos nossos contratos, as quais podem ser consultadas Aqui.

1) Quem é o responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais?
O responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais é a sociedade comercial SECURITAS DIRECT PORTUGAL UNIPESSOAL, LDA.”, (doravante, SECURITAS DIRECT), registada na Conservatória do Registo Comercial sob o número único de matrícula e pessoa coletiva (NIPC) 505760320, com sede social na Praceta Professor Alfredo de Sousa nº 3, 1495-271, Algés, Portugal.
Para o cumprimento das normas de proteção e tratamento de dados pessoais, nomeámos um Encarregado da Proteção de Dados (EPD ou DPO), que desempenha estas funções dentro da SECURITAS DIRECT. O nosso DPO pode ser contactado através do endereço de correio eletrónico [email protected].

2) Como obtivemos os seus dados pessoais?
Os dados pessoais que tratamos na SECURITAS DIRECT foram obtidos diretamente de si, através de formas diversas. A Securitas Direct pode recolher os seus dados, enquanto potencial cliente, através dos vários formulários que pode preencher durante a navegação pela nossa página web, nomeadamente através do “Calcule Online” ou “telefonamos GRÁTIS”, ou ainda, pelo facto de ter fornecido os seus contactos a algum dos nossos especialistas de segurança durante uma visita presencial.

Nesses casos, será contactado pela Securitas Direct telefonicamente para recolha de mais informação, com vista à realização de um estudo de segurança presencial gratuito. Do mesmo modo, no caso de clientes, os dados são obtidos no momento da assinatura do contrato com a Securitas Direct e durante a relação contratual entre as partes.

Sempre e em qualquer caso, quem fornecer documentos e informações pessoais à SECURITAS DIRECT, garante que a referida documentação e informações pessoais são da sua titularidade ou que estão autorizados a agir em nome do titular.

Além dos casos descritos nos parágrafos anteriores, outros modos de obtenção dos seus dados pessoais são:

  • A SECURITAS DIRECT obtém dados de potenciais clientes, a quem pode oferecer os seus serviços, por intermédio de empresas terceiras com as quais a SECURITAS DIRECT tem acordos de colaboração. Em qualquer caso, a SECURITAS DIRECT garante que essas empresas terceiras têm legitimidade para fornecer esses dados à SECURITAS DIRECT para fins comerciais.

  • Durante a manutenção da relação contratual, a SECURITAS DIRECT poderá tratar dados de familiares ou pessoas relacionadas com o Cliente (plano de ação) e por si fornecidos, necessários para efeitos de execução do contrato, nomeadamente, através do contacto telefónico com as referidas pessoas. Noutros casos, o Cliente pode fornecer dados de pessoas que possam ter interesse em contratar os serviços da Securitas Direct, a fim de serem contactados telefonicamente (referências) e, caso confirmem o seu interesse, agendar uma visita. Nestes casos, o Cliente compromete-se a informar todas estas pessoas cujos dados faculta, da possibilidade de a SECURITAS DIRECT poder contactá-los em determinadas circunstâncias.
 

Além do acima exposto, pode entrar em contacto com a SECURITAS DIRECT via "chat" na nossa página web. Nesse sentido, e sem prejuízo do facto de inicialmente não recomendarmos que forneça dados pessoais de qualquer tipo através deste canal, uma vez que não é necessário, caso após a conversa no nosso chat seja necessário prestar mais informações, deve apenas fornecer os dados essenciais para o efeito ou contactar a SECURITAS DIRECT através de qualquer um dos outros canais disponibilizados para o efeito.

3) Que tipo de dados tratamos?
A SECURITAS DIRECT tratará todos os dados que nos tenha fornecido diretamente no processo de contratação, em consequência da prestação do serviço, em formulário próprio, através de conversas telefónicas com os nossos colaboradores, por correio eletrónico ou postal ou chat, bem como, aqueles que sejam fornecidos no decorrer da relação comercial e/ou contratual ou que sejam fornecidos por terceiros -desde que haja uma causa legítima para a transferência dos dados.

Esses dados podem corresponder a qualquer uma das seguintes categorias:

- Dados recolhidos junto do próprio titular, como potencial cliente: são todos aqueles dados que nos são fornecidos diretamente pelo titular dos dados pessoais, enquanto potencial cliente e numa fase pré-contratual, por meio de um formulário, verbalmente, chat, e-mail ou correio postal, conversa telefónica ou que são gerados como resultado do seu interesse nos serviços da Securitas Direct. Neste caso, os dados que podem ser recolhidos são o seu nome e apelido, número de telefone e morada postal completa. Excecionalmente pode ser solicitado o e-mail e/ou número de identificação fiscal.

- Dados recolhidos junto do titular, como cliente: são todos os dados que são recolhidos para celebração do Contrato, e após a sua assinatura, durante a sua relação contratual com a SECURITAS DIRECT. Esses dados são:

  • Dados de identificação e contacto: nome completo, NIF, endereço postal completo, número de telefone, endereço de e-mail, voz, assinatura e imagens derivadas de eventos de alarme;

  • Dados de características pessoais: idade, sexo, nacionalidade, estado civil, número de filhos, profissão.

  • Informações do imóvel onde será instalado o sistema de alarme: tipo de imóvel, localização dos equipamentos de segurança no imóvel.

  • Dados financeiros: número de conta/IBAN/cartão de crédito para efetuar pagamentos e cobranças.
 

- Dados recolhidos junto do cliente ou potencial cliente referentes a terceiros: são os dados que um cliente ou potencial cliente nos fornece de um terceiro que possa estar interessado nos nossos serviços ou, os dados que um cliente nos fornece de uma pessoa de contacto, a fim de constar do plano de ação definido aquando da celebração do contrato, para poder ser contactada em situações relacionadas com o sistema de alarme. Nestes casos, são recebidos apenas dados de contacto como nome e apelido e número de telefone.

- Dados fornecidos por terceiros com os quais a Securitas Direct celebrou acordos de colaboração: tratam-se de dados que nos são fornecidos por colaboradores terceiros que tenham legitimidade para fornecer esses dados à SECURITAS DIRECT. Nestes casos, são recebidos apenas dados de contacto como nome e apelido e número de telefone.

Relembramos que, caso aceda às nossas páginas web, também se aplicará a nossa Política de Cookies, uma vez que a SECURITAS DIRECT tratará os dados técnicos e de acesso que o seu navegador ou dispositivo nos transmite automaticamente, para permitir o acesso e a navegação no nosso site (por exemplo, endereço IP do dispositivo, informações sobre o navegador utilizado, navegação na web, etc…).

4) Com que finalidade tratamos os dados pessoais e qual é a nossa legitimidade?
A SECURITAS DIRECT informa que o tratamento dos seus dados pessoais tem as seguintes finalidades:

  • Procedimentos decorrentes do seu interesse nos nossos produtos e serviços. Gestão do pedido de contacto enviado para a SECURITAS DIRECT para que possa ser contactado, a fim de confirmar o seu interesse e enviar-lhe a oferta mais vantajosa. Este tratamento também é necessário para realizar as diligências pré-contratuais para que possa vir a celebrar um contrato com a SECURITAS DIRECT, realizar um estudo de segurança gratuito para lhe fazer uma oferta de acordo com as necessidades de proteção do local, visitar o local para efetuar a instalação e todos os tratamentos necessários, completar e assinar o contrato de prestação do serviço. A base legitimadora desses tratamentos é o seu consentimento ao autorizar todas as ações a serem realizadas.

  • Execução do contrato. As finalidades do tratamento estão previstas nas Condições Gerais do Contrato, sendo a base legitimadora a execução de um contrato.

  • Prestar o serviço contratado. As finalidades do tratamento estão previstas nas Condições Gerais do Contrato, sendo a base legitimadora a correta manutenção da relação contratual estabelecida e o cumprimento de todas as obrigações contratuais.

  • Para lhe poder oferecer produtos e promoções do seu interesse através de anúncios com base nas suas necessidades, desde que o tenha autorizado através dos mecanismos adequados.

  • Informamos que o interesse da SECURITAS DIRECT em realizar este tratamento dos seus dados é manter a nossa relação consigo, oferecendo-lhe informações sobre os nossos produtos e/ou serviços que possam ser do seu interesse. Este tratamento só será realizado se existir consentimento da sua parte.

  • Realização de análises estatísticas e definição de perfis. Definição de perfis para a gestão das condições do contrato e ofertas em função das suas características, de modo a efetuar ofertas de produtos e serviços que estejam adequadas ao seu perfil. Este tratamento permite à Securitas Direct personalizar as suas ofertas. O tratamento nestes termos é também necessário para satisfação do interesse legítimo da SECURITAS DIRECT em apresentar ofertas competitivas adaptadas às suas necessidades.

  • Realização de Inquéritos. Conhecer o grau de satisfação dos nossos clientes no que respeita à prestação dos serviços contratados e medir a qualidade do serviço dos nossos colaboradores que contactam clientes e potenciais clientes. O tratamento nestes termos é também necessário para satisfação do interesse legítimo da SECURITAS DIRECT, que consiste em conhecer o grau de satisfação dos participantes nos inquéritos com o serviço prestado e as diligências realizadas.

  • Processos de anonimização e/ou pseudonimização para fins estatísticos. Processar as informações aplicando técnicas de anonimização ou pseudonimização de dados para tratá-los para fins estatísticos para a emissão de conclusões sobre seu comportamento. O tratamento nestes termos é também necessário para satisfação do interesse legítimo da SECURITAS DIRECT em conhecer melhor os seus clientes, para realizar ações globais sobre o seu catálogo de produtos e serviços.

  • Cumprimento das obrigações contabilísticas, legais, fiscais e administrativas. Tratamento necessário para que a SECURITAS DIRECT cumpra as obrigações legais que possam surgir da relação contratual mantida consigo.
 

Estas comunicações serão efetuadas através dos diferentes canais que a SECURITAS DIRECT definiu para o efeito, como o canal telefónico, e-mail, SMS/MMS ou aplicações de mensagens instantâneas (se alguma comunicação for efetuada por este último meio, poderá implicar a realização de Transferências Internacionais dos seus Dados, que serão realizadas com as devidas garantias para salvaguardar a sua proteção).

Lembramos que, a qualquer momento pode revogar seu consentimento, livre e gratuitamente, entrando em contato com a SECURITAS DIRECT conforme indicado na seção 1 desta política.

5) Como é que a Securitas Direct obtém o seu consentimento?
Nos casos em que seja necessário obter o seu consentimento para poder tratar os seus dados pessoais, a SECURITAS DIRECT obterá o seu consentimento através (i) das opções específicas constantes do contrato de prestação de serviços físicos ou outra documentação física através da qual possa existir recolha dos seus dados pessoais, (ii) a partir dos formulários online ou ferramentas digitais de recolha de dados, utilizados pelos nossos colaboradores para poder emitir contratos de prestação de serviços, ou (iii) através de conversas telefónicas ou através do chat (ocasionalmente) que mantemos com os nossos potenciais clientes que manifestaram, através dos diversos cenários indicados nesta política, interesse em contratar os nossos serviços.

6) Como pode opor-se ao tratamento dos seus dados?
Entendemos que as atividades de tratamento de dados pessoais ao abrigo do interesse legítimo da SECURITAS DIRECT não desrespeitam os seus direitos enquanto titular dos dados pessoais. A SECURITAS DIRECT compromete-se a utilizar os meios técnicos, organizativos e de segurança necessários para garantir a segurança dos dados tratados no âmbito das atividades de tratamento abrangidas pela referida base de licitude.

Para os restantes processos de tratamento realizados em base de licitude diferente da anterior, caso pretenda opor-se, como, por exemplo, ao recebimento de ofertas gerais de produtos SECURITAS DIRECT ou adaptadas ao seu perfil, pode opor-se enviando uma comunicação para o endereço de e-mail [email protected].

7) A quem comunicamos os seus dados pessoais? A Securitas Direct realiza transferências internacionais de dados?
Regra geral, os seus dados pessoais não são objeto de comunicação a empresas terceiras, salvo aquelas que prestam serviços à SECURITAS DIRECT para a correta execução dos serviços (a título exemplificativo, empresas do setor tecnológico, empresas de instalação e/ou manutenção de equipamentos, assessoria jurídica, marketing, serviços informáticos, empresas de cobrança externas, etc.), sempre sob as nossas expressas instruções e sem que, em momento algum, possam utilizar os seus dados pessoais para fins próprios ou finalidades não autorizadas.

Não obstante o acima exposto, a SECURITAS DIRECT pode transferir os seus dados para as autoridades e organismos públicos, tribunais, ou quaisquer outros terceiros que legalmente possam ter acesso aos seus dados pessoais, e/ou estejam legalmente legitimados a solicitá-los, caso venham a ser solicitados por qualquer uma das entidades referidas, ou no âmbito da relação contratual a Securitas Direct tenha de comunicar um sinal de alarme às autoridades policiais territorialmente competentes. Da mesma forma, e no caso de um cliente contratar o serviço na condição de pagamento diferido e/ou periódico, os seus dados serão cedidos à entidade bancária correspondente em conformidade com o disposto nas Condições Gerais do Contrato.

Por outro lado, não se espera que a SECURITAS DIRECT realize Transferências Internacionais dos seus Dados. Caso, a qualquer momento, os seus dados pessoais sejam transferidos internacionalmente como resultado da relação contratual com a SECURITAS DIRECT, a referida transferência internacional será realizada de acordo com a regulamentação aplicável à proteção de dados pessoais e, em particular, serão adotadas as garantias suficientes para provar que os fornecedores fornecem um nível comparável ao nível exigido na União Europeia. Em qualquer caso, a informação sobre Transferências Internacionais de Dados pode ser solicitada através de uma consulta através do e-mail [email protected].

8) Durante quanto tempo conservamos os seus dados pessoais?
Os dados pessoais serão conservados desde que não revogue o seu consentimento a este tratamento ou até que cesse a finalidade para a qual os dados pessoais foram recolhidos. Posteriormente, a Securitas Direct conservará os seus dados pessoais, devidamente protegidos, durante os prazos de prescrição e/ou caducidade dos direitos e ações que possam advir da relação contratual estabelecida com a Securitas Direct. Em qualquer caso, informamos que a SECURITAS DIRECT tem políticas internas de conservação de dados pessoais, aplicáveis a dados de clientes e a dados de potenciais clientes que tenha em sua posse. Pode solicitar mais informação relativamente às nossas políticas contactando com o DPO da Securitas Direct através do endereço de correio eletrónico [email protected].

9) Quais são os seus direitos?
As normas legais de proteção de dados pessoais conferem-lhe vários direitos relacionados com os seus dados pessoais e que poderá exercer durante o tratamento dos mesmos. Estes direitos são os indicados a seguir:

  • Direito de acesso: Saber que tipo de dados estamos a tratar e as características do tratamento a que os mesmos são sujeitos.

  • Direito de retificação: Poder requerer a alteração dos seus dados por estes serem incorretos ou estarem desatualizados.

  • Direito de portabilidade: Poder obter uma cópia, num formato interoperacional, dos dados que estão a ser tratados, com o objetivo de os fornecer a outro Responsável pelo tratamento.

  • Direito à limitação do tratamento: Permite-lhe limitar o tratamento dos seus dados, sempre que este pedido se encontre compreendido nos casos estabelecidos nas normas aplicáveis.

  • Direito de cancelamento/apagamento: Solicitar a eliminação dos seus dados quando o tratamento já não for necessário.

  • Direito de oposição: Solicitar o fim do envio de comunicações comerciais nos termos supra indicados.

  • Direito de apresentar uma reclamação perante a autoridade de controlo; em Portugal, esta entidade é a Comissão Nacional de Proteção de Dados (ou CNPD).


O exercício destes direitos poderá ser realizado através de correio postal ou eletrónico, utilizando os dados de contacto indicados no ponto 1. desta Política, e neste pedido deve constar o seu nome completo, o número e data de validade do seu Cartão de Cidadão/ Documento de Identificação de Cidadão Estrangeiro/Passaporte. Em alguns casos pode ser solicitada a exibição do documento de identificação do titular dos dados pessoais, de modo a validar a identidade do titular. Nos casos de exercícios de direitos em nome do titular dos dados pessoais, devem ser apresentados os documentos idóneos à demonstração da capacidade e legitimidade para exercício desses direitos em nome e em representação do titular dos dados pessoais.

10) Política de COOKIES
Adicionalmente, indicamos-lhe que a SECURITAS DIRECT tem uma política de cookies, que pode conhecer através do seguinte link.